Nada é Para Sempre Capítulo 3

Capítulo postado Ray. Para você parar de pirar kkk

No início quase nos separamos, não tínhamos tempo, eu estudava e Joe trabalhava muito, quase não nos víamos.
Joe: Não tem que agradecer nada Demi! Eu fiz o que eu acho o que qualquer outro homem apaixonado faria._ Já sei que ele me ama. Agora ele tem que pedir perdão. Claro que Joe não ia me pedir perdão, eu pedi tempo para pensar! Mas eu já pensei e quero perdoá-lo. Chegamos à empresa._ Quer que eu te espere?
Demi: Não, obrigada! Eu acho que vai demorar um pouco. Depois a Mi vem me buscar.
Joe: Tem certeza? Porque ultimamente eu não tenho nada para fazer, é só me ligar...
Demi: Tá, eu deixo você me buscar!
Joe: Me liga, hein?
Demi: Tá... Tchau!_ Joe segurou meus braços, fazendo-me olhá-lo e me deu um beijo. Depois do beijo não disse nada e saí do carro. Eu podia ter dito “te amo” ou “te perdoou”, mas acho que fiquei com medo. Acho que eu perdi a confiança no Joe e isso não era bom.

Por Joe:

Fique sorrindo feito bobo no carro, vendo-a entrar. Ele aceitou os meus beijos, ao menos eu sei que ela me ama. Hoje vou tentar fazer as pazes com ela de um jeito mais romântico. No caminho para casa, liguei para a Sel, assim ela podia me ajudar.
Joe: Sel, eu quero fazer as pazes com a Demi e eu preciso da sua ajuda.
Sel: Eu deveria dizer não, mas como eu sei que se amam, eu vou ajudar. Não acostuma! Da próxima vez, eu vou ajudar a Demi a separar de você._ Selena é advogada. Expliquei meu plano para ela, acho que ela gostou.
Estava quase na hora do almoço e Demi não havia me ligado, não resisti e fui até a empresa depois liguei para ela.
Demi: Eu estava discando seu número, apressado!_ Demi brincou rindo.
Joe: Você demorou a ligar. Eu pensei que tinha acontecido alguma coisa.
Demi: Está tudo bem. Eu fui liberada e estou morrendo de fome você vai chegar rápido.
Joe: Eu estou aqui te esperando.
Demi: Já estou descendo. Você ficou me esperando?
Joe: Não, fui para casa, mas não tinha nada para fazer e vim para cá. Cheguei agora!
Demi: Já estou chegando..._ Demi desligou. Depois a vi na portaria da grande empresa, ela tinha um sorriso, mas também estava um pouco pálida. Sai do carro para abrir a porta para ela._ Oi!
Joe: Como foi?_ Ela entrou e esperou eu dar a volta.
Demi: Foi muito legal! Fizeram-me muitas perguntas e tive que fazer exames, para que isso tudo?
Joe: Não sei, mas acho que não terá nada de errado com seus exames. Estou torcendo por você._ Dei um beijo no rosto dela e dei a partida. Minha vontade não era beijar-lhe o rosto, era beijar os lábios. Levei-a até a nossa casa, era parte do plano._ Eu tenho que desligar a luz que eu esqueci._ Quem iria se preocupar com isso? Eu só iria levá-la até a casa da Mi._ Não quer entrar? Para beber água, você perdeu sangue._ Desculpinha idiota.
Demi: Tá. Eu queria mesmo era ir ao banheiro._ Ela saiu do carro e entrou comigo. Depois que ela saiu do banheiro, eu a parei no corredor.
Joe: Demi, preciso contar uma coisa.

Por Demi:
Eu pensei que fosse me pedir perdão, mas...
Joe: Eu menti de novo para você._ Joe sabe que eu não suporto quando mentem para mim. Meus olhos estavam marejados, em pensar que eu pensei em perdoá-lo._ Eu não vim para desligar nenhuma luz que eu esqueci, eu vim te pedir para almoçar comigo. Eu preparei uma coisa para gente. A Sel me ajudou.
Demi: Essa mentira, eu posso considerar!_ Eu sorri.
Joe: Que bom! Pensei que eu ia ter que arrumar outro discurso._Joe me levou até a mesa. Depois conversamos mais e comemos. Com a fome que eu estava podia comer tudo o que tinha sem deixar nada para o Joe._ Você disse que estava com fome eu não pensei que fosse tanto!
Demi: Nem eu._ Rimos.
Joe: Demi, eu não queria te perturbar mais uma vez com a mesma historia, mas eu te amo e não posso deixar uma chance para trás. Eu menti. Confesso que não devia ter mentido para você em nenhuma circunstancia, que devia ter contado a verdade e ainda ter parado de jogar como os garotos fizeram. Juro que NUNCA vou mentir para você outra vez e NUNCA vou jogar. Me perdoa e volta para mim?
Demi: Sim, eu te perdoou e volto para você._Ele me beijou. Melhor, nós nos beijamos.
Joe tinha me mostrado hoje que somos felizes, juntos. Mesmo não tendo filhos, éramos uma família. Não era a família enorme que sonhamos esses cinco anos, mas éramos uma família linda, que principalmente tinha amor.
Mais tarde, fui buscar minhas coisas na casa da Mi. Faltava uma semana para as férias do Joe terminar e agora eu queria aproveitar.
Quando cheguei à casa da Mi, ela choramingou um pouquinho porque não queria que eu fosse, mas aceitou... Eu também estava gostando de ficar lá.
Estava sendo paparicada pelas minhas amigas, mas agora quero ser paparicada pelo Joe.

Por Joe:
Quando chegamos Demi quis ir tomar banho, segundo ela estava com saudade do nosso banheiro. Um tempo depois que Demi entrou no banheiro, o meu celular tocou. A empresa precisa de mim. Depois de um bom tempo tentando driblar o meu chefe...
Joe: Eu acabei de fazer as pazes com a minha esposa e eu ainda tenho uma semana de férias.
Otávio:_ Meu chefe, mais conhecido como “Otário”_ Você tem duas escolhas: ou você vem trabalhar sem reclamar, ou considere-se demitido._ Ele desligou na minha cara. Odeio esse cara!
Sentei na cama para pensar, a Demi não ia gostar disso, ela vai achar que eu estou mentindo, ou algo pior. Eu quebrei a confiança que ela tinha em mim.
Demi saiu do banheiro, já arrumada e perfeita como sempre.
Demi: Que foi ? Por que você está tristinho?_ Ela sentou no meu colo.
Joe: Tenho uma noticia ruim: o meu chefe quer que eu trabalhe amanhã!
Demi: Só amanhã, né?
Joe: Não, ele acabou de me tirar das férias..._ Ela me abraçou, mostrando compaixão. Percebi que ela tinha ficado triste, mas não tinha outra escolha.
Assistimos a um filme na sala e um tempo depois fomos dormir, abraçadinhos. Era bom ter Demi ao meu lado depois de uma semana.
Eu nunca dormi tão bem! Dormi tão bem, que não acordei com o despertador. Eu tinha que estar na empresa de carros às oito. Acordei as nove com meu celular tocando, era meu chefe! O Chatávio._ Alô!
Otávio: Joseph! Onde você está? Você está atrasado uma hora!
Joe: Desculpa, eu perdi a hora!
Otávio: Tem vinte minutos para chegar aqui!_ Desligou. Levantei antes que Demi acordasse, mas foi um pouquinho tarde, ela já tinha acordado.
Demi: Joe, você está atrasado, meu amor. Vou fazer um café para você.
Joe: Não precisa, amor. Ele me deu vinte minutos para chegar._ Fui tomar um banho rápido. Ele não ia me demitir... Aquela empresa não progride sem mim.
Quando desci Demi me entregou um copo com café e uma maça.
Demi: Café fresquinho para te acordar e uma maça para você não passar fome.
Joe: Só está faltando uma coisa: meu beijo de bom dia!_ Ela me beijou, eu bebi o café e fui aturar o retardado do meu chefe, que não me deixa em paz.

Continua .

Um comentário:

  1. Ahhh,Finalmente né demi?
    Kkk
    Obg lary <3
    Mas eu acho q to pirando mais ainda.kkkk

    ResponderExcluir

Espero que tenham gostado do capítulo :*