Capítulo 4- Amor entre Cunhados



" Amor, cheguei. - disse Demi entrando em casa. Wil ta em casa? - disse ao ver a casa completamente escura. 
Demi andou pela casa escura a procura de Wilmer, achava estranho ele ainda não estar lá a essa hora, era sempre ela quem chegava tarde em casa. Será que ele não viria pra cá hoje? Pensou ela. Se ele não viesse teria avisado, teria ligado. Às vezes foi algum problema na imobiliária e ele logo chegaria. Demi correu paro quarto para tomar um banho, estava cansada, queria sua cama e seu namorado do seu lado. Quando acendeu a luz do quarto levou o susto.  
 Amor o que é isso? - Perguntou ao ver o quarto cheio de pétalas de rosas vermelhas, com um coração no meio do quarto onde Wilmer estava com um sorriso dos lábios. 
 Isso tudo aqui é para você meu amor, para mostrar o quanto eu te amo e te quero para sempre na minha vida. - disse ele sorrindo.  
 Wil não sei nem o que te dizer com isso tudo, obrigada meu amor. Está tudo perfeito. - disse chorando.  
 Sabe Demi, pensei muito durante todo esse nosso tempo juntos e depois que você me contou sobre a gravidez eu fiquei mais feliz ainda e vi que não há como ficar longe de você, eu só consigo pensar em você 24 horas por dia, hoje eu sei que eu  vivo por você e por essa linda princesa que está a caminho. - disse passando a mão na barriga de Demi. E não vejo hora melhor para fazer esse pedido, Demi aceita se casar comigo? Viver comigo para todo o sempre?. - disse sorrindo.  É claro que eu aceito meu amor. É tudo o que eu mais quero nesse mundo. – disse o beijando.  
 Vamos voltar para Londres, quero que conheça minha família, quero que nossa filha conviva com os avós e o tio. Você vai adorar todos. – disse ele sorrindo. 
 Vamos querido, vamovoltar o mais rápido possível. – disse sorrindo. 

Algum tempo depois... 

 Está pronta amor? Nosso voo sai daqui a 2 horas e temos que ir logo para o aeroporto. – disse Wilmer da sala. 
 Já estou descendo Wilmer, que saco. – disse Demi brava. 
 Demi, eu não fiz nada, não precisa ficar desse jeito, estou indo colocar as coisas no carro. 
 Estou pronta Wilmer. - disse Demi com Maria Fernanda nos braços. 
Eles haviam esperado o nascimento da filha para voltarem a Londres, Demi teve algumas complicações durante a gravidez e acharam melhor viajar só depois, o planejado era que Maria Fernanda nascesse em Londres com toda a família por perto, mas como não pôde, eles decidiram então se casar em Londres e voltar a morar por lá. 
 Tem certeza que podemos viajar meu amor? Que Maria Fernanda vai ficar bem a tantas horas de viagem? – disse lhe dando um selinho. 
 Tenho amor, a médica disse que esta tudo bem com Maria Fernanda e que tem sempre um médico a bordo.  
 Então vamos, Londres ai vamos nós. - disse Wilmer empolgado. 
 Daqui a 10 minutos vamos pousar meu amor, está sentindo alguma coisa? - disse passando o braço nos ombros de Demi.  
 Só um pouco de enjoo, mas é normal, quando pousarmos vai passar. - disse de olhos fechados. 
 Já estamos pousando Demi. 
 Que bom meu amor. - disse lhe beijando.  
 O que você tem? Está estranha.  
 Só estou nervosa amor, muito tempo que não volto a Londres e vou conhecer sua família. 
 Isso não importa meu amor, eles vão te amar assim como eu te amo, e vão se apaixonar pela nossa filha.  
 Tudo bem, vou ficar mais calma. 
 Vamos? Já podemos sair do avião.  
Wilmer fez todo o procedimento necessário para que depois ele saíssem pelo portão de desembarque, logo avistando a família de Wilmer. 
 Mãe, pai! - disse sorrindo e abraçando os dois.  
 Filho que saudades de você, muito tempo que não vem nos ver. - disse Sara, mãe de Wilmer.   
 Desculpe mãe, Demi teve complicações na gravidez e não quis sair de perto dela. 
 Esta certo meu filho, tem que cuidar mesmo de sua família. - disse John, pai de Wilmer.  
 Pai, Mãe, essa Demi e essa linda princesa é Maria Fernanda, nossa filha. - disse sorrindo. – Amor, esses são Sara e John, meus pais.  
 Muito prazer querida, bem vinda à família. - disse Sara sorrindo.  
 Muito prazer senhora Jonas, é um prazer conhece-los, Wil falou muito de vocês. 
 Sem esse negocio de senhor e senhora Demi, você está em família, pode nos chamar pelo nome. - disse John.  Será que posso segurar minha netinha? 
 Claro que pode. - disse ela sorrindo.  
 É uma princesa filho, fez um ótimo trabalho. - disse John sorrindo para a neta. 
 Cadê Joe mãe? Ele não veio? 
 Não Wilmer, quando estávamos saindo de casa ele tinha terminado de chegar de um plantão de 36 horas do hospital, disse que ficaria em casa nos esperando lá 
 Tudo bem. Vamos para casa?  doido para descansar.  
 Vamos. 
E assim todos seguiram para a casa, conversando todo o caminho e Demi pode mais uma vez se sentir em casa, em família.  
 E seus pais Demi? - perguntou Sara. 
 Eles morreram em um acidente de carro há dois anos. 
 Sinto muito querida. - disse se sentando ao lado dela já em casa. 
 Tudo bem Sara, eu  superei. Será que tem algum lugar onde eu possa colocar Maria Fernanda para dormir? 
 Claro queria, coloque no quarto que era do Wilmer, subindo as escadas, segunda porta a direita. 
 Obrigada Sara eu já volto. - disse sorrindo. 
Demi começou a subir as escadas olhando e sorrindo para a filha que estava adormecida em seus braços, logo chegou ao corredor enorme que tinha no andar de cima e começou a andar até a porta que era o quanto de Wilmer, mas sem querer acabou esbarrando em alguém. 
 Me descul - começou a falar levantando a cabeça.  Joe? - disse assustada  
 Demi? O que faz aqui? 
 Eu é que pergunto o que você faz aqui! 
 Eu moro aqui, essa é a casa dos meus pais. 
 Meu deus, não pode ser. – disse ela baixo.  
 O que faz aqui? Como achou essa casa? Quem é esse bebê? - disse olhando pela primeira vez Maria Fernanda. 
 Demi querida, vejo que já conheceu Joseph. Filho, essa é a Demi, noiva do seu irmão. - disse Sara sorrindo.  
 Noiva? - disse de boca aberta. 
 É um prazer Joe, Wilmer falou muito de você. - disse apertando sua mão como se não conhecesse Joe. 
 O pra fazer é meu. E quem é essa linda criança? - disse sorrindo.  É sua sobrinha Joe. Maria Fernanda. - disse Sara. 
 É linda. - disse sorrindo.  Bom agora eu tenho que sair, tenho que ir atender a um chamado no hospital. 
 Filho você acabou de voltar de lá, tem que ficar em casa com Wilmer, ele  perguntou por você hoje. - disse Sara. 
 Me desculpe mãe, mas não posso ficar, agora o dever me chama, mas prometo que assim que acabar eu volto para casa, tchau Demi, foi um prazer conhecer você. - disse saindo. 
 Me desculpe por isso Demi, mas Joe trabalha muito nesse hospital e não tem tempo de ficar em casa direito. 
 Sem problemas Sara, será que eu posso tomar um banho? 
 Claro que pode, tem toalhas no banheiro de Wilmer, sinta-se em casa querida.  

Mas o que Demi queria mesmo era ficar sozinha, não conseguia acreditar que o Joe que o Wilmer sempre falava era o Joe que ela conhecia, agora ele estava diferente, o cabelo estava mais curto, estava com uma barba rala, havia crescido e se tornado bem responsável pelo que ouvia falar dele, mas ela não podia acreditar que ela tinha que se envolver justo com o irmão do ex-namorado. E agora como contaria para Wilmer sobre esse passado não tão distante? Claro que Wilmer sabia que ela era de Londres e que havia se mudado para Bolton, mas Demi não contou o real motivo da sua mudança, ela havia contado que tinha se mudado para terminar a faculdade, aquela que ainda não havia conseguido terminar por causa da gravidez, mas a verdade era que ela tinha se mudado por causa de Joe, para esquecê-lo, e agora que tudo estava bem em sua vida, ela o reencontra como irmão do seu noivo.  

... 

Dias haviam se passado desde o dia em que Demi encontrou com Joe na casa dos Jonas, eles nunca mais haviam se encontrado, Joe era muito ocupado com o trabalho e Demi e Wilmer estavam de mudança para a casa nova que era a poucas quadras de distância da casa dos pais de Wilmer fazendo todos ficarem bem ocupados não dando tempo de encontrar com ninguém. 
 Amor, minha mãe ligou nos chamando para jantar lá hoje, como não tivemos tempo de comemorar a nossa chegada ela resolveu fazer esse jantar para nós. 
 Tudo bem meu amor, a que horas é o jantar? 
 As 19:00 horas amor. 
 Ok, avise a ela que estaremos lá. - disse sorrindo. 

Por trás daquele sorriso todo, estava o nervosismo de Demi, ela estava torcendo para que Joe estivesse em mais um dos seus longos plantões, para que assim ele não pudesse participar do jantar de boas vindas oferecido pela sogra " 

... 

Demi acordou assustada e ofegante, por que aquelas memórias tinham que perturbar seu sono? Ela queria só um pouco de paz durante o tempo que podia, mas já tinha percebido que aquelas seriam só as primeiras lembranças que iam invadir seus pensamentos.  

 Continua ...
EU VOLTEI, AGORA É PRA FICAR. POR QUE AQUI, AQUI É O MEU LUGAR hahahaha
Oi amores tudo bem com vocês? Espero que sim. Então eu já expliquei o motivo do meu breve sumiço mais agora estou de volta. :*
Espero que tenham gostado do capítulo, ele não está tão grande como os outros mais foi tudo o que consegui escrever. Espero que gostem.

Divulgação: Jemi Minhas HistóriasAmor de Paixão  Blogs da Andreia Moreira espero que gostem, está muito boa a fic. Entem, comentem, sigam e se puderem divulguem também
Beijos meus amores até o próximo capítulo

17 comentários:

  1. Eita...Demi se lembrando do passado...
    Super ansiosa para saber mais ❤️❤️
    Será que ela gosta mais do joe ou do
    Wilmer ???😂😂😂 difícil saber por enquanto
    Em kkk.
    Está tudo perfeito
    Posta quando puder...
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha. Essa pergunta ai é meio difícil de responder. Só lendo a fic pra saber kkkkk
      Vou postar assim que der pode deixar
      Beijos

      Excluir
  2. Aeeeeeeee ate q enfim. Bom ter tu de volta. Esse cap foi otimo. POSTA MAIS

    ResponderExcluir
  3. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAH
    EU CONSEGUI AMIGA.
    ESTOU AQUI.
    CONSEGUI
    ~~ quem vê pensa q eu fui para a nárnia ~~~
    Guuuuuria posta logo q está tudo perfeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeeeeee amigaaaa 🎉🎉🎉
      Vou postar amiga, assim que der pode deixar

      Excluir
    2. Aeeeeee amigaaaa 🎉🎉🎉
      Vou postar amiga, assim que der pode deixar

      Excluir
  4. Essa fan fic tah perfeita
    eu queria saber se vc não poderia divulgar a tag #NickDosJonasBrothers
    Para postar no Twitter @nickjonas pos o Nick Jonas tah menosprezar muito a banda ai se tive uma jonatic ke quera ajudar eu agradeço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por ler
      Vou divulgar sim. Pode deixar

      Excluir
    2. Obrigada por ler
      Vou divulgar sim. Pode deixar

      Excluir
  5. Olha eu acho que deveria avançar um pouco essa história. Pq pra mim não legal. Espero que entenda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo. Mais não posso avançar assim na historia pq se não fica sem contesto. Mas fique dispreocupada que a fic vai avançar daqui a alguns capítulos

      Excluir
  6. HEEEY !
    OMG não acredito que esse blog ainda existe, que demais cara!
    Eu lia suas fanfics quando eu tinha tipo doze anos...Li Knight Of Shadows que é minha favorita ainda!
    Cara muito legal vc ainda estar, vou voltar a acompnhar, Beeejios!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii. Sim o blog ainda existe
      Tive vontade de disistir muitas vezes nais continuei com ele aqui. E fico muito feliz por você ter voltado a entrar aqui no blog. Acompanhe a fic que vou ficar muito feliz.
      Beijos

      Excluir

Espero que tenham gostado do capítulo :*