Capítulo 30 – Pra Sempre Sua

Fazia exatos três meses que Demi havia ido pra Paris... Há exatas três semanas, Joe não recebia noticias dela, mais tentou não se desesperar, nem pensar besteiras... Jake devia ter razão, ela devia estar ocupada com seus problemas e sua dança. Ela mandaria noticias quando pudesse.


Joe tentava parecer feliz a maior parte do tempo, e no geral parecia que as pessoas acreditavam nele, exceto Jake que o conhecia melhor que ninguém. Porém, na maior parte d tempo Jake fingia não perceber nada, como agora... Os dois estavam na rua, em frente à casa de Joe jogando futebol, o ano havia acabado e eles finalmente tinham férias da escola.



_Joga logo isso seu molenga_ Jake provocou rindo.

_Ha, eu vou te mostrar quem é o molenga_ Joe riu também, se preparando pra tacar a bola.



Joe ia jogar a bola naquele momento quando um táxi parou bem ali no canto, ele parou esperando, não queria correr o risco de acertar ninguém. Então viu duas garotas saindo de dentro do carro. A loira, segurava a mão da morena a ajudando a se afastar e pegar as malas.

O coração de Joe disparou no mesmo minuto... Ele a reconheceria em qualquer lugar, era ela... Era Demi.



_Ta esperando o que seu lerdão?_ Jake provocou, ainda não tinha visto o carro_ o que você ta olhando?



Jake se virou pra poder ver o que tanto Joe olhava e então viu Demi parada ali junto da amiga loirinha... Ele sorriu.

Joe largou a bola no chão de qualquer jeito e correu até Demi, a pegando no colo e a rodando no ar, deixando á menina um pouco assustada, ela não esperava aquela recepção.



_Não acredito que voltou_ ele disse ainda agarrado a ela.

_Eu disse que voltaria_ ela sorriu_ e você me deu um susto menino.



Ele puxou o rosto dela contra o seu e a beijou... Fazia três meses que não a tinha em seus braços e aquele momento foi incrivelmente mágico. O sabor do beijo dela, exatamente como ele se lembrava... Perfeito.



_Droga, que saudade que eu senti de você_ ele resmungou a apertando contra si.

_Eu sei_ ela escorou a cabeça no peito dele_ também senti sua falta.

_Não sabia que ia voltar, porque não me avisou?_ ele perguntou_ aliás... Porque não me mandou mais noticias?

_Hei, vamos com calma_ ela pediu_ temos muito que conversar ainda... Eu só quero um lugar pra descansar primeiro.

_Tudo bem_ ele concordou.



Joe ajudou então Demi a ir pra casa... Estava se sentindo aliviado por dentro, mais leve agora que ela estava de volta... Não sabia quanto tempo ela ficaria, nem o que ela queria conversar, só sabia que queria aproveitar ao máximo a companhia dela.



_Então... Como esta em Paris?_ ele perguntou curioso quando estavam sentados juntos no sofá.

_Esta sendo ótimo_ ela garantiu_ a escola de balé é incrível, eu tenho melhorado muito na minha dança... As pessoas de lá também são legais, algumas ainda estranham ter uma ceguinha como colega, mais... Todos me tratam bem.

_Que bom_ sorriu_ e já... Acabou?

_Não_ ela explicou_ temos uma semana de descanso, uma espécie de férias e eu aproveitei pra fugir pra cá pra te ver. Eu tava com saudades.

_Então porque não mandou mais noticias?_ ele perguntou ainda calmo.

_Você ficou muito chateado né?_ ela fez careta.

_Fiquei preocupado, achei que tinha acontecido alguma coisa... Ou que tinha esquecido de mim.

_Eu nunca esqueceria de você_ ela garantiu_ serei pra sempre sua.

_Então o que houve?



Demi não queria ter ficado tanto tempo sem se comunicar com Joe, mais além de andar extremamente ocupada, ela andava pensando algumas coisas sobre sua vida... Precisava fazer isso sozinha, sem a influencia de ninguém. A ultima que queria era ter preocupado ele.



_Eu estava pensando numas coisas_ ela disse.

_Que coisas?_ ele perguntou.

_Considerando alguns pontos da minha vida, coisas que talvez eu devesse mudar.

_Estou incluído nisso?_ ele a fitou profundamente com medo da resposta.

_De certa forma_ ela confessou.

_Demi o que foi?_ ele insistiu já nervoso.

_Joe, esta sendo realmente maravilhoso poder dançar em Paris, aprender com os melhores bailarinos do mundo, mais...

_Mais ?

_Mais eu não estou feliz_ ela suspirou.

_Porque não? Não é seu sonho?_ ele não conseguia entender.

_Paris é incrível, isso que estou vivendo é incrível demais pra explicar... Sé que falta alguma coisa, eu não me sinto completa. Não conheço ninguém em Paris além da Marcie que foi comigo... Eu me sinto sozinha, não tenho com quem conversar, um ombro amigo... Não tenho você.



Joe podia entender como ela se sentia... Se ficar aqui, junto dos familiares e sem ela já era difícil podia imaginar o que seria ter de estar num pais desconhecido longe da pessoas que e amava... Sem ninguém querido pra te apoiar.



_Tem sido difícil pra mim.

_Eu imagino meu amor... Mais... Não sei o que posso fazer_ ele confessou.

_Eu não te mandei noticias porque estava tomando uma decisão e... Não queria que nada que você me dissesse influenciasse minha decisão_ ela explicou.

_Que decisão?_ ele quis saber.

_Estou pensando em não voltar mais pra Paris... Em ficar aqui_ ela sussurrou.



Por um minuto Joe não soube o que sentir... Sentia-se alegria por ela dizer que não iria mais embora, ou ficava triste por saber que ela estava desistindo assim de seu sonho. Ele soube rapidamente o que deveria dizer... Não podia deixar seu egoísmo falar mais alto.



_Demi, eu imagino o quão difícil deve ser ficar sozinha lá, mais... Por mais que eu realmente queira que você fique, não acho que deveria desistir do seu sonho assim.

_O que?

_Você lutou tanto pra conseguir essa bolsa, não acho que deva abrir mão dela assim tão fácil

_Não esta sendo fácil pra mim_ ela protestou.

_Quero dizer que não deveria deixar esse sentimento te desanimar, você tem tanto talento... Já passou por tanta coisa.

_Eu sei, mais já é assustador pra mim não poder conhecer o lugar onde vivi toda minha vida... Imagina estar sozinha num pais desconhecido em ao poder ver nada? Ter que confiar em estranhos... Eu não sei se posso mais fazer isso.



Joe a abraçou forte, queria encontrar uma solução pra esse problema, um jeito de ela não precisar desistir de tudo e mesmo assim não ter de ficar só... Uma ideia passou pela sua cabeça, mais ele a consideraria depois... Era uma grande decisão pra se tomar desse jeito.



_Porque não fazemos o seguinte?_ ele propôs_ você vai ficar aqui uma semana... Pense bem nesse tempo se é isso mesmo que você quer... Pode falar comigo sobre o que quiser, mais não tome nenhuma decisão agora esta bem? Só pense primeiro.

_Não quer mais que eu fique?_ ela brincou.

_Mais que tudo_ ele garantiu_ mais não é por isso que vou te prender aqui e roubar seu sonho meu amor... Só te quero feliz. Não quero que faça nada que vai se arrepender depois.

_Tudo bem_ ela suspirou_ eu vou pensar.



Ele sorriu satisfeito e a beijou, agora só queria aproveitar a presença dela ali... Ele ainda tinha uma semana pra decidir o que fazer.




CONTINUA ...

3 comentários:

  1. AAAAAAAAHHHHHHHHHHHHH POSTA LOGO!!!!!!!! EU TO MORRENDO DE CURIOSIDADE PRA SABER A DECISÃO DA DEMI. ADOREI O CAPITULO FLOR (\Õ/)...
    COMENTO DEPOIS BJOS...

    BY: @JEMI_FOREVER

    ResponderExcluir

Espero que tenham gostado do capítulo :*