Para Sempre Capítulo 30 PENULTIMO

  Conteúdo Hot ...



 Meus pés roçavam no tapete quente, era estranho não lembrar daquele tapete, já que Joe disse que eu o tinha escolhido, por falar em Joe, há Joe! Tão doce comigo. Me pergunto como não consigo lembrar desse sorriso? Droga de acidente
- No que está pensando? - perguntou.
- Nada, quer dizer, foi super  divertido Joe, obrigada - sorri.
 - Obrigado digo eu. Sinto sua falta Demi.
 - Me desculpe, eu queria lembrar, isso é tão lindo, tudo, só queria saber a verdade sobre tudo, sobre nós, sobre minha família, sobre minha vida! Queria sentir - tomou minhas mãos, direcionado ao seu coração
 - Sinta, é todo seu: o meu amor, todo, sei que no fundo você sente - ele estava tão perto de mim, o seu cheiro estava me dominando, meu coração estava batendo forte, as palavras engasgaram em minha garganta , não tinha certeza de nada, só queria sentir seus lábios aos meus.
         Senti a pressão quente e gentil da boca que cobriu a minha. Foi um beijo lento e preguiçoso, enquanto ele explorava a suavidade de meus lábios.
Eu correspondia ao beijo da mesma maneira, lenta e suave, tocando e afastando-se, variando a pressão, porém não a velocidade.
Parecia um primeiro beijo romântico entre duas pessoas que se sentiam atraídas uma pela outra, mas que estavam hesitantes em ultrapassar limites cedo demais. Um beijo no qual as duas partes davam passos experimentais para ver quão bem combinavam intimamente
Nenhuma outra parte de nossos corpos se tocava. Joe me puxou para si. Mas não passou os braços a meu redor. Não o abracei pelo pescoço. Apenas nossos  lábios estavam unidos, mas, mesmo assim, uma onda de calor me inundou.
Ainda correspondendo aos beijos com paixão, arquei a coluna quando uma das mãos quentes de Joe cobriu meu seio. A barreira de minha roupa não era um obstáculo em absoluto. Na verdade, o roçar do tecido fino contra  meu mamilo apenas intensificava a sensação. Meu corpo estava em chamas. Mas, então, Joe afastou o tecido de lado e tomou-me um dos mamilos na boca, meu corpo era seu, e cada mínimo movimento era uma explosão de sensações que me fazia tremer com deleite. A língua dele brincou ali, circulando meu bico e enlouquecendo-me de prazer. Joe desnudou o outro seio e sujeitou-o às mesmas carícias sensuais. Um suspiro cortou o ar, e minha garganta foi rasgada por uma ondulação de prazer.
A boca dele voltou para a minha quando deitou se gentilmente de costas sobre mim, suportando o peso  em um dos cotovelos.

— Vamos nos livrar disso, certo? — Peça por peça, o tocar de Joe sobre minha pele, reconhecendo o conhecido.
 Por incrível que pareça, não senti vergonha sem a cobertura de minhas roupas, me senti amada e linda. Deleitando me com o olhar apaixonado de Joe, enquanto ele absorvia cada curva de meu corpo, um arrepio cortou minha alma.

— Você é incrivelmente linda — murmurou ele, deslizando uma das mãos para meu quadril. — Tão linda, e sua pele é como seda, tão minha, estou com tanta saudades de sentir você.

— Eu quero tocar a sua pele — disse-lhe, com as mãos tremulas tentei desabotoar sua camisa, encontrado novos pedaços de pele a todo segundo, era de mais para mim, mas estava nervosa e com medo.

— Mantenha esse pensamento. — Se levantou do tapete e abriu a camisa, removendo-a, antes de abrir o botão da calça.
Cada nova linha de seu corpo parecia mais perfeita, minhas mãos ansiavam pelo seu corpo. Vê-lo totalmente nu pela primeira vez naquele momento, me roubou todo o ar dos pulmões. Ele possuía um corpo magnífico... Musculoso, esbelto. Um abdome de aparência macia e subia pelo peito largo, descendo estreitando-se até a ereção orgulhosa.
Joe pegou um preservativo em sua carteira e juntou-se a mim novamente.

— Tem certeza disso? — perguntou. — Não é tarde demais para parar. Eu não quero apressar você.

— É tarde demais, e eu esqueci tudo, só me lembro de querer você — aquela era minha única certeza — Eu quero isso. Quero você.

Joe tomou-me a boca num beijo tão apaixonado que todo meu corpo tremeu. Sem pressa, ele acariciou cada centímetro do meu corpo, cada sensação era nova, tudo ainda mais prazeroso. Não conhecia as zonas de prazer que possuía. Não imaginava como era delicioso sentir a boca dele na parte de baixo de meus seios ou as mãos hábeis no interior de minhas coxas. Não soube como era sentir separar gentilmente minhas dobras íntimas com os dedos, e depois com a língua, tudo era novo. Meu corpo falava por si, com uma energia sensual que a não sabia que tinha. Era como uma onda gigante de sensações que não poderia deter, nem se tentasse.

Atordoada de desejo, abri os olhos e olhei para Joe.

— Uau... — exclamei 

Os olhos castanhos brilharam.

— Fica melhor.

— Melhor que isso? — era impossível.

Me deu um sorriso sexy.

— Eu irei devagar. Você é pequena, e não quero machucá-la. Apenas tentei. relaxar. Você foi feita para mim e me acomodar. Deus te moldou pro meu prazer.
Suspirei com prazer quando ele se posicionou de maneira a não esmaga-me com seu peso. Adorei a sensação das coxas dele contra as minhas e o jeito gentil como as mãos tão másculas me acariciavam. A essência feminina do meu corpo na boca de Joe foi uma experiência nova, mas totalmente erótica. Ele me beijou demoradamente, enquanto usava os dedos para brincar com meu clitóris, certificando-se de que ela estivesse úmida e relaxada antes de penetrá-la devagar, fazendo uma pausa para esperar que Demi se acostumasse com a sensação antes de ir mais fundo. Ela sentiu suas paredes internas abraçando-o, e então, ele se movendo em seu interior. Demi movimentou-se experimentalmente e ouviu-o dar um profundo gemido de prazer.

— Eu estou excitando você? — perguntou ela, alisando-lhe as costas com sua mão não machucada.

Joe afastou-lhe uma mecha de cabelos do rosto, num gesto carinhoso.


— Definitivamente — replicou ele, e, com um espasmo de prazer cobrindo suas feições, levou-a consigo para o paraíso.


Joe estava deitado ao lado dela.
A observando dormir.
Ela estava curvada para ele de frente com o mínimo de espaço entre os dois. Seus cabelos estavam lindamente espalhados pelo seu travesseiro. O cheiro dela estava na pele dele, o gosto doce e único de sua boca. E em seu coração a esperança de ter seu amor de volta a seu devido lugar. Seus braços


Betado pelo blog Warrior's

Continua ...

 Ta acabando gente :'(. quando voltar será para postar o último cap. Nesse capítulo quero agradecer as minhas loucas do zap zap Ju, Anne e Belle por ter feito esse lindo capítulo para mim. Muito obrigada meninas s2s2

3 comentários:

  1. Ainw lindeza do meu ser...
    Vou sentir saudades de para sempre
    mais ansiosa para My guadian angel
    nem consigo esconder kkkkkk
    Lari Bob a boa escrita veio inspirada em você
    uma otima autora
    beijos da Banana

    ResponderExcluir
  2. Eu amei e estou muito triste por que esta acabando! É triste quando uma fic acaba! Mais amei os capítulos de verdade.
    Fabíola Barboza

    ResponderExcluir

Espero que tenham gostado do capítulo :*