Capítulo 3 - Bound By Honor - 2 Temporada

O barulho irritante do talher batendo na taça, chama a atenção dos convidados para meu pai de pé em uma ponta da mesa. Gianna se afunda na cadeira ao lado de Nick, a feição não parece nada com uma noiva feliz, e realmente ela não estava. 
_É uma honra entregar mais uma de minhas filhas as mãos da família Vitielo. Tenho certeza de que ela cumprirá com seus deveres de esposa... 
E lá ia o discurso de meu pai, o mesmo falso discurso usado no meu noivado, respiro alto e olho para Joe sentado meu lado, as mãos entrelaçadas por baixo da mesa me fazem sentir segura. Todos os convidados, pessoas da família e negócios fingem prestar atenção a cada palavra citada por meu pai. Nick sorri triunfante, o sorriso de tubarão que faz Gianna virar os olhos e o odiar ainda mais. Discurso terminado é a vez de Nick, ele se levanta com o mesmo sorriso de tubarão. 
_Estou muito feliz em esta noite tomar Gianna como minha esposa. – Lança um olhar para a moça que o ignora. 
O jantar seguiu como esperado. Gianna se comportou e de certa forma isso me preocupava, ela poderia estar armando algo, no momento ela só ingeria com gosto a quarta taça de vinho, fico surpresa por ela já não estar bêbada, mas sempre fora assim, nas poucas vezes que bebia escondida de meu pai, enchia a cara e dificilmente embebedava. Todos conversavam animadamente, o jantar já havia sido servido e já desfrutávamos da sobremesa. Quando eu ia perguntar minha irmã como ela se sentia, me surpreendo ao ver a mesma derramar “sem querer” vinho na roupa social de Nick, solto uma gargalhada involuntária ao ver a cena, Nick a olhava furioso. 
_Oh, sinto muito, não era minha intenção querido. _Ela solta com ironia clara em sua voz, desta vez sorrindo, era a primeira vez que sorria na noite. 
A atenção da mesa é toda voltada para eles, entre murmúrios e sorrisos os convidados avaliam a cena. Papai também estava furioso, diria que até mais que Nick, sei que sua vontade era de bater na moça ali mesmo, mas ele não poderia, não mais. Olho para Joe que também se diverte com a cena 
[...] 
Joe p.o.v

_Demi? 
Ela me responde em um tom nasal. Estamos na varanda de seu antigo quarto, ela está observando a paisagem, me pergunto quantas vezes ela deve ter ficado neste mesmo lugar, odiando seu futuro. A abraço por trás depositando um beijo no topo de sua cabeça descendo em seguida para seu rosto e pescoço, fazendo com que a mesma estremeça ao meu ato. 
_Você acha que Gianna pode fugir? 
Anseio pela resposta, a irmã de minha esposa é impossível. Ela não aceitara de bom grado. Demi suspira fundo antes de responder. 
_Eu não sei. Você já viu o temperamento dela, ela odeia seu irmão. Não sei se ela fugiria, mas o ocorrido de hoje, tenha certeza de que não será a primeira vez, a primeira besteira. 
_Sabe que quanto mais ela o rejeitar, mais interessante fica para ele, não sabe? 
_Sei, as vezes o odeio por isso. Eu já pedi para Gianna para de lutar que a cada vez as coisas ficam mais interessantes para ele, só que ela não me ouve, na verdade são poucas as vezes que ela me ouve _Ela se vira para mim. O olhar inocente e ao mesmo tempo sexy, ela consegue me deixar louco apenas com isso. _Ainda bem que me mandaram o Vitielo certo. 
Sorrio, um verdadeiro sorriso que só ela consegue arrancar. É incrível como ela consegue fazer com que eu me sinta um cara normal, e não um assassino cruel, que sente prazer em matar. 
_Estava pensando. O que acha de fazermos uma viagem, a sós. Obvio que não estaremos sozinhos e sim com um determinado número de soldados. Uma viagem que nos tire um pouco desse mundo. Voltamos antes do casamento de sua irmã. 
O rosto dela se ilumina de uma forma diferente, um enorme sorriso surge nos lábios da mulher. 
_Está falando sério? 
_Eu não brinco Demi. 
_Uma lua de mel? 
_Talvez. Depende de como você a encarar. 
_Sim eu quero, quero muito. 
_Que bom, amanhã mesmo eu já começo a providenciar tudo para a nossa viagem_ digo dando um beijo em seus lábios. 
_Para onde iremos? 
_Para onde você quiser, você pode escolher onde quer conhecer 
_Queria muito ir a Inglaterra_ diz ela abrindo aquele sorriso encantador que só ela sabia dar 
_Então iremos para Inglaterra, lá existem lugares maravilhosos que você vai amar, amanhã mesmo eu resolvo sobre isso. Só que agora eu quero você só para mim_ digo já a pegando no colo e levando para dentro. 
Demi deu um leve grito de susto e abriu um sorriso. Estar com a Demi era mágico, era como se não existisse mais nada no mundo, que só tinha eu e ela 
nós entravámos no nosso mundo particular quando estávamos juntos, eu me transformava em um homem doce e romântico como ela sempre quis. Demi conseguiu me mudar em pouco tempo. 
Coloquei Demi na cama com delicadeza, e ela logo sorriu safada para mim fazendo com que meu tesão por ela só aumentasse. 
_Wil nós não deveríamos fazer isso aqui, estamos na casa do meu pai. 
_Como se já não tivéssemos feito coisa parecida perto da sua família, lembra quando fodi você em frente ao espelho e a chata da Gianna estava na porta do nosso quarto? _abro um sorriso safado 
_Lembro, e como lembro. 
_Então hoje as coisas só vão mudar um pouco, hoje eu vou foder você gostoso até você ficar assada e gritar meu nome. 
Dito isso eu comecei a tirar suas roupas e dando leves chupões no seu pescoço que com certeza ficaria marcas no dia seguinte, Demi era bem branca e por qualquer coisa ela ficava marcada, mais para quem estava ligando para isso, eu só a queria para mim hoje a noite toda e nos meus planos não incluía dormir. 
*** 
Acordei no dia seguinte antes de Joe e fiquei ali o observando, eu adorava vê-lo dormir, ele parecia um anjo e ficava tão relaxada enquanto dormia, e especialmente hoje ele sorria durante seu sono e estava ainda mais lindo daquele jeito. Seu membro estava ereto eu consegui ver pelo volume que se fazia na coberta, e digamos que eu fiquei um pouco excitada só de ver, só que eu precisava levanta e ver como Gianna estava, eu queria conversar com ela antes de partir. 
Levantei com cuidado para não acordar Joe, porque se isso acontecesse eu com certeza não sairia daquele quarto nem tão cedo, fui direto para o banheiro trancando a porta atrás de mim, Joe não podia me atrapalhar no momento, assim que olhei para o espelho levei um susto, eu estava com pelo menos 4 chupões no pescoço o que me fez ficar com raiva de Joe e ao mesmo tempo sorrindo feito boba pela noite anterior, só que ele sabia que eu detestava ficar marcada, ainda mais no pescoço que todos poderiam ver. 
Não me demorei no banho, lavei meus cabelos e logo sai enrolada na toalha, quando saio do banheiro vejo Joe sentado na cama e olhando para o lado, provavelmente pensando onde eu estaria. 
_Bom dia_ chego perto dele e lhe dou um selinho rápido 
_Bom dia, porque levantou tão cedo hoje? E nem me acordou. Que horas são?_ pergunta coçando os olhos, ficando ainda mais lindo 
_Não levantei cedo já vão dar dez horas, não te acordei porque você parecia tão relaxado que não queria te atrapalhar _ digo procurando alguma roupa para me vestir 
_Onde você vai com tanta pressa? 
_Quero conversar com Gianna antes de partirmos, quero ver se consigo descobrir se ela está planejando alguma coisa sobre o casamento com seu irmão, ela anda muito quieta ultimamente e isso não é bom. Você sabe como Gianna é_ digo me virando para ele e vendo aquele corpo perfeito e nu bem na minha frente. 
_Sim, eu sei bem como ela. Vou tomar um banho. Vai me esperar para descermos juntos? 
_Não. Eu vou até o quarto de Gianna primeiro antes de descer. Se eu não voltar até a hora que você terminar seu banho pode descer e tomar café_ lhe dou um beijo e logo saio do quarto. 

4 comentários:

  1. Melhor fic, Gianna é demais kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. emocionante kkkk adorei !!
    louca para saber mais !!
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. to ansiosa pra saber o que a Gianna vai aprontar e tou até com pena do Nick.

    ResponderExcluir

Espero que tenham gostado do capítulo :*