Chapter Thirty Two - 2° Hot

ㅤㅤㅤㅤUm novo dia havia chegado e eu havia destruído toda a sala de estar da minha casa... Estava tudo revirado, quebrado e bagunçado... Tinha coisas quebradas e rasgadas espalhadas por todo chão. Eu me sentia um pouco melhor, porém não o suficiente, ainda estava cheio de raiva e ódio, ainda precisa matar alguém pra que isso passasse... Eu queria encher a cara de Lucian de porrada, porque a culpa de tudo aquilo era dele, por mentir pra mim.


ㅤㅤㅤㅤEu andava pela sala de estar de um lado por outro, bufando de raiva... Não conseguia pensar em uma solução descente para o meu problema, não conseguia pensar no que fazer... Tudo que eu enxergava a minha frente parecia estar manchado de vermelho, parecia ter sido coberto de sangue e morte... Era como eu me sentia... Nadando num rio de sangue, prestes a morrer afogado no sangue de todas as pessoas que eu matei... Não era uma situação agradável.

ㅤㅤㅤㅤ__Joseph__ Demi ainda estava trancada lá em baixo me chamando... Eu podia sentir a preocupação em sua voz. O problema é que meu humor não podia estar pior e o som da voz dela gritando meu nome estava me enlouquecendo, eu precisava de silencio... Era tudo que eu queria naquele momento__ Joseph, por favor.

ㅤㅤㅤㅤJá completamente sem paciência eu desci as escadas apressado, destranquei a porta do quarto e abri com força, Demi estava escorada na porta e deu uns passos pra trás quando me viu, um pouco surpresa... Ela não esperava que eu viesse.

ㅤㅤㅤㅤ__Joseph__ ela sussurrou.

ㅤㅤㅤㅤ__CALE A BOCA__ eu gritei cerrei os punhos, me controlando pra não socar nada__ PARE DE GRITAR O MEU NOEM, O SOM DA SUA VOZ ESTA ME IRRITANDO, EU NÃO AGUENTO MAIS OUVIR VOCÊ FALANDO, POR FAVOR CALE ESSA BOCA.

ㅤㅤㅤㅤEla me encarou de olhos arregalados, completamente apavorada... Acho que apesar de tudo ela ainda não havia se acostumado aos meus surtos e mudanças repentinas de humor. Fiquei olhando pra ela um tempo, sentindo meu sangue ferver.

ㅤㅤㅤㅤ__Só fique quieta antes que eu faça algo de que me arrependa__ pedi agora mais controlado.

ㅤㅤㅤㅤLhe dei as costas e subi novamente as escadas, sem me dar ao trabalho de trancar a porta... Achei que o aviso “fique onde esta” estava implícito em minha voz e minha expressão de ódio, mais ela me seguiu mesmo assim. Quando chegou lá em cima, ela ficou parada olhando pra sala assustada, contemplando minha destruição.

ㅤㅤㅤㅤ__O que houve aqui?__ ela perguntou baixinho, com medo de falar.

ㅤㅤㅤㅤ__Eu disse pra você calar a boca, por favor... Volte lá pra baixo__ eu pedi educadamente.

ㅤㅤㅤㅤ__Joseph por favor__ ela implorou__ fale comigo... O que aconteceu?

ㅤㅤㅤㅤ__Eu estava entediado__ zombei__ e essa decoração já não estava me agradando mais... Resolvi mudar.

ㅤㅤㅤㅤBem, minha atitude não estava ajudando em nada... E Demi era teimosa demais pra se conformar com uma piadinha, ela não ia desistir enquanto não conseguisse sua resposta, assim como ela me fizera contar sobre toda a minha vida, ela me faria responder aquilo também, eu sabia que faria. E ela nem precisava dizer nada... Eu só precisava olhar pra ela, ver como estava assustada e preocupada e então sentia novamente o mundo cair sobre minha cabeça, me esmagando como a uma barata sem importância alguma.

ㅤㅤㅤㅤ__O que aconteceu?__ ela perguntou de novo, com aquela voz suave.

ㅤㅤㅤㅤ__Eu estou ferrado, é isso que aconteceu__ eu ri, uma risada sem humor algum__ estão vindo atrás de mim, eu sou um traidor e estão vindo pra me matar... Ou me mandar pro inferno, vai depender da minha sorte.

ㅤㅤㅤㅤ__Quem esta vindo?

ㅤㅤㅤㅤ__Demônios Demi, muitos deles... Todos atrás de mim__ eu respondi__ eles querem acabar comigo e vão fazer isso de qualquer jeito... Eles vão destruir essa maldita cidade, vão matar todos aqui até chegarem a mim.

ㅤㅤㅤㅤ__Matar... Perai__ ela fechou os olhos e respirou fundo__ matar todo mundo da cidade? Quer dizer...

ㅤㅤㅤㅤ__Isso ai mesmo, você entendeu__ eu a interrompi__ todo mundo.

ㅤㅤㅤㅤ__Você não vai deixar isso acontecer não é?__ ela questionou chegando mais perto__ você vai impedir.

ㅤㅤㅤㅤEu ri ainda mais, deixando meu corpo cair pesadamente no sofá.

ㅤㅤㅤㅤ__Eu não posso impedir Demi, eu não sou forte o bastante pra isso... Eles vão vir e eu vou estar aqui pra morrer ou seja o que for... Eu estou pensando seriamente em desistir de toda essa merda. Eu cansei disso.

ㅤㅤㅤㅤ__Mais eles vão matar todo mundo... Meus tios, a Selena, o Wallace... Eles vão me matar.

ㅤㅤㅤㅤ__Vamos todos juntos pro inferno, não é o máximo?__ eu zombei.



ㅤㅤㅤㅤEra verdade, eu estava cansado... Passei todo esse tempo, sofrendo naquele maldito inferno, até finalmente achar uma saída, mais agora eu percebia que era uma esperança vã... Não havia saída pra mim, minha vida seria sempre aquela, eu seria sempre um demônio e estaria sempre preso ao inferno... Era como tudo funcionava... Eu ia desistir... Eu não tinha uma boa razão pra continuar.

ㅤㅤㅤㅤ__Não pode ficar ai como se não importasse... Você não quer morrer quer?__ ela questionou desesperada.

ㅤㅤㅤㅤEu me levantei de novo e caminhei lentamente até ela, ficamos cara a cara, olhando nos olhos um do outro, centímetros de distancia entre nós... Ela não vacilou enquanto olhava pra mim, manteve meu olhar firme.

ㅤㅤㅤㅤ__Não importa__ eu sussurrei__ nunca importou... Eu não me importo com nada... Eu não consigo me importar. Eu sei que não tem mais saída, e só o que posso fazer é desistir... Lutar só vai me ferrar ainda mais.

ㅤㅤㅤㅤ__É claro que se importa... Não estaria aqui se não importasse__ ela protestou__ olhe pra você, fica fingindo que não tem sentimentos e que a vida não vale nada, eu não acredito em você. Eu não posso acreditar... Tem que ter uma saída.

ㅤㅤㅤㅤMinhas mãos se ergueram por conta própria, segurando os braços dela com força, ela não tentou se soltar... Porque ela não fugia de mim? Continuei olhando nos olhos dela... Olhos que deixavam transparecer vários sentimentos, coisa que eu não conseguia fazer, eu não conseguia controlar.

ㅤㅤㅤㅤ__Você não quer morrer e nem voltar ao inferno, eu sei que não quer__ ela sussurrou aproximando seu rosto do meu.

ㅤㅤㅤㅤ__Não eu não quero... Mais não quer dizer que eu me importe__ dei de ombros.

ㅤㅤㅤㅤ__Não pode fazer isso__ ela deixou uma lágrima escapar__ não pode me deixar aqui pra morrer, eu sei que você se importa... Eu sei disso.

ㅤㅤㅤㅤEra ruim ver que ela estava certa, mais eu não ia admitir isso, a parte ruim dentro de mim não ia deixar que eu desse o braço a torcer. Mais naquele momento eu não queria mais discutir com ela, não queria pensar no que me aconteceria quando me encontrassem, nem no que aconteceria naquela cidade... Eu não queria pensar no que aconteceria se eu terminasse o ritual, eu só queria esquecer de tudo aquilo um instante... Esquecer que já fui humano um dia e estraguei tudo, esquecer que condenei minha alma a uma eternidade de sofrimento... Naquele momento eu só queria ela. E o engraçado da história... Era que ela me queria também, mesmo sabendo quem eu era.

ㅤㅤㅤㅤAinda a segurando com força eu a puxei pra um beijo, descontando todas as minhas frustrações naquele gesto... E ela não tentou fugir de mim como sempre fazia, ela não me afastou ou reclamou. Ela me segurou com força e correspondeu ao meu beijo com mais intensidade do que eu esperava, com mais desejo do que eu já vira antes.

ㅤㅤㅤㅤMeus braços envolveram sua cintura, a prendendo junto de mim enquanto minha língua brincava com a dela, aquelas sensações levando embora todos os problemas. Ela agarrou minha camisa com pressa, a tirando e a jogando no chão junto com o resto da bagunça, suas mãos deslizaram pelo meu peito, me acariciando. Eu a segurei com força a tirando do chão e sem parar de beijá-la a arrastei até o sofá, largando seu corpo sobre ele e me deitando por cima. Minhas mãos vagaram pelo seu corpo, arrancando a blusa que ela vestia, deixando seu torso nu... Uma visão incrível... Ela era tão linda. Desci os beijos pelo seu pescoço, depois para os seus seios, a ouvindo suspirar e me apertar com força... Tinha funcionado, o desejo era enorme, insuportável, e só o que eu conseguia pensar era que eu a queria naquele momento, eu precisava dela.



ㅤㅤㅤㅤSuas mãos um pouco desajeitadas procuraram abrir a minha calça e se livrar dela... Eu ouvi passos se aproximando da porta da casa, mais não consegui me importar com isso, só consegui me concentrar nos lábios dela, distribuindo beijos por minha barriga e sua mão macia adentrando minha sunga e me acariciando... Eu gemi em seu ouvido, apreciando a sensação.

ㅤㅤㅤㅤAlguém lá fora chamou meu nome, batendo na porta... Era uma mulher, eu reconheci pela voz, mais não consegui me concentrar o bastante pra descobrir quem era, eu estava ocupado demais revirando os olhos e me contorcendo de prazer. Sei que depois de algumas tentativas seja lá quem for desistiu e foi embora. Eu segurei novamente Demi com força e acabamos rolando, caindo do sofá e indo parar no chão, ela riu, um som agradável que eu não tinha escutado, pelo menos não quando ela estava comigo, eu não fazia as pessoas rirem... Eu só causava dor. Fiquei olhando pra ela tentando decifrar o que era aquilo que eu estava sentindo... Mais eu não conseguia entender. Ela corou sob meu olhar e me beijou pra se esconder.

ㅤㅤㅤㅤNos livramos rapidamente do resto das roupas que nos atrapalhavam, eu rolei novamente no chão com ela, ficando por cima e sem nenhum a aviso a invadi, fundindo seu corpo no meu. Ela enterrou as unhas em meus braços e se apertou mais contra mim, gemendo em meu ouvido e sussurrando meu nome, me levando a loucura de um jeito que nenhuma outra mulher jamais conseguiu. Ela destruía meu controle, minha personalidade de cara mau... Eu era mau, eu não sentia pena das pessoas e gostava de matar, me dava prazer... Mais ela me fazia querer ser diferente... Eu tentei fingir que não, mais eu podia ver agora.



ㅤㅤㅤㅤEstávamos deitados no chão da sala... Meu corpo jogado sobre o tapete e o dela descansando sobre o meu. Não havíamos falado nada, ninguém sabia o que falar porque aquilo era estranho e errado. Ela era uma humana pura de bom coração e eu o demônio sujo que não dava valor a vida... Se um de nós parasse pra pensar não ia acabar bem.

ㅤㅤㅤㅤLucian tinha me dado aquela noticia há quase dois dias... O tempo que ele dissera que levaria pra me encontrarem. Eu gostava de pensar que talvez ele estivesse errado, mais era uma esperança tola... Eu não nasci pra ter paz e sossego. Enquanto estávamos ali deitados eu senti a presença de Lucian, ele estava perto e isso não era bom.

ㅤㅤㅤㅤ__Demi vai pro quarto__ eu ordenei me levantando e a levando junto comigo que me encarou assustada com a repentina mudança no rumo das coisas.

ㅤㅤㅤㅤ__O que... Oque houve?__ ela perguntou confusa.

ㅤㅤㅤㅤ__Pega sua roupa e vai pro quarto agora__ eu repeti__ se você quiser viver fique lá e não saia até eu mandar.

ㅤㅤㅤㅤ__Mais...

ㅤㅤㅤㅤ__Confie em mim... Vai logo__ eu murmurei impaciente.

ㅤㅤㅤㅤPra minha surpresa ela me obedeceu... Pegou as roupas espalhadas pelo chão e saiu correndo em direção ao quarto... Eu vesti minha calça e quando me virei dei de cara com Lucian bem na minha frente. Ele estava diferente da ultima vez que eu o vira, ele estava... Desesperado. Isso porque fazia menos de dois dias.

ㅤㅤㅤㅤ__O que houve aqui?__ ele questionou olhando a sala.

ㅤㅤㅤㅤ__Não veio aqui falar sobre a decoração da minha casa não é?__ eu disse querendo ir direto ao ponto__ porque voltou?

ㅤㅤㅤㅤ__Eles descobriram... Pegaram um dos meus ontem a noite e descobriram onde você esta__ ele explicou__ eles estão vindo pra cá, só não chegaram ainda porque estão se juntando e bolando um plano, o jeito mais fácil de acabar com você... Você precisa ir embora Joe.

ㅤㅤㅤㅤ__Droga Lucian.

ㅤㅤㅤㅤ__Eu já avisei, fiz a minha parte__ ele disse as pressas__ corra porque eles estão vindo e se pegarem você... É bom que não diga onde estou porque eu volto ao inferno pra matar você.

ㅤㅤㅤㅤ__Se me pegarem eu mesmo vou implorar que faça isso.

ㅤㅤㅤㅤ__Sinto muito amigo... Boa sorte__ ele sussurrou.

ㅤㅤㅤㅤE então desapareceu de novo.

ㅤㅤㅤㅤEu olhei no relógio... Quanto tempo levaria pra que chegassem até aqui? O que eu faria?

ㅤㅤㅤㅤMeus olhos foram na direção do quarto... Demi estava lá me esperando e eu não podia protegê-la, não podia proteger nem a mim mesmo. Era o fim que eu estava esperando... Ele chegara mais de pressa do que eu imaginara, mais estava bem ai. E eu não ia conseguir fugir dele.



Eu nunca fui bom, nunca fiz nada pra agradar ninguém, nunca me importei com nada além de mim mesmo, era assim que as coisas eram… Mais acho que até mesmo pra um demônio como eu, quando o fim está próximo, as coisas mudam de perspectiva.

CONTINUA ...

7 comentários:

  1. postaaa rápidooooooooo, termina hoja por favor.
    ta pefeito.

    ResponderExcluir
  2. termina hj, please
    to super curiosa prra saber como termina!!!
    tah incrivel

    ResponderExcluir
  3. Mais nova seguidora
    e viciada nesse seu
    blog maravilhoso
    a melhor ficc
    posta logo...
    add la no msn
    karyne.colutti@hotmail.com
    bjO

    ResponderExcluir

Espero que tenham gostado do capítulo :*